Archive for fevereiro \25\UTC 2015

Brás Cubas

25/02/2015

“A mulher, quando ama outro homem, parece-lhe que mente a um dever, e portanto tem de dissimular com arte maior, tem de refinar a aleivosia; ao passo que o homem, sentindo-se causa da infração e vencedor de outro homem, fica legitimamente orgulhoso, e logo passa a outro sentimento menos ríspido e menos secreto —essa boa fatuidade, que é a transpiração luminosa do mérito.”

Brás Cubas

Anúncios