Brasil: Relatório Sobre a Tortura

Alguns dos 70 presos políticos brasileiros que foram libertados (e expulsos do país para o Chile) em troca da soltura do embaixador suíço em 1970 descrevem e reencenam as torturas que haviam sofrido poucos meses antes pelos filhos da puta da polícia e do exército da ditadura.

Entre os entrevistados estão Maria Auxiliadora Lara Barcelos, linda, articulada, corajosa, estudante de medicina, e Frei Tito, brutalmente torturado durante 3 dias. Ambos tinham 25 anos se suicidaram poucos anos depois.

Marcantes são os depoimentos de Manoel Dias Nascimento, que foi torturado na frente da mulher, Jovelina Tonello Nascimento, que por sua vez também foi torturada na frente do marido. Ela não consegue narrar a tortura do próprio filho, de 2 anos, que, além de apanhar, viu os pais sendo torturados. Em 2012, o filho deu este depoimento à Folha.
E também o do cara que descreve como Marcos, geólogo, ex-seminarista e tornado metalúrgico, amigo de infância dele, se tornou epilético durante uma longa sessão de choques num pau de arara e como ele se tornou um quase um vegetal. Mesmo depois disso, no hospital, Marcos disse que “a luta não terminou, continuo operário e do lado do povo”.
E de Nancy Mangabeira Unger, 23 anos, irmã do próprio, que mostra as várias marcas de bala no corpo e o polegar ausente, decepado por uma bala de fuzil. É um filme impactante, especilamente porque os torturados não choram (poucos embargam a voz, mas não choram) e não têm medo; eles sentem ódio. E o filme mostra como o Brasil deixou de ser um horror total apenas há muito pouco tempo e se tornou palco de um horror moderado, digamos assim, com assassinatos praticados pela mesma PM.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: