Mackleless

Ryan Lewis e Macklemore no Grammy

Ryan Lewis e Macklemore no Grammy

“Não odeie Macklemore porque ele é branco. Odeio-o porque a música dele é terrível”. Esse é o título nada sutil do texto, bem escrito e argumentado, aliás, de Jack Hamilton, o crítico de música pop da Slate.

“It’s the lowest sort of middlebrow, an art-like commodity that shallow people think is deep and dull people think is edgy. The city that blessed us with Jimi Hendrix and Nirvana [Seattle] has now cursed us with the rap game Upworthy: a man hawking hip-hop that switches out faked emotion for real intellect and faked intellect for real emotion and has no discernible goals other than to congratulate its makers for making it and its listeners for purchasing it.”

Say no (mackle)more.

***

Por falar (pela última vez aqui) em Grammy, Sasha Frere-Jones escreveu o melhor texto sobre a premiação na New Yorker, apesar de ele não ter falado nada sobre a apresentação de Daft Punk & Pharrell Williams & Nile Rodgers & Stevie Wonder.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: