“Me eriço como as cerdas bravas do javali”

14028426

No dia seguinte ao anúncio do line-up do festival Primavera Sound deste ano, no qual Caetano Veloso vai cantar, a Folha publica uma entrevista em que ele fala sobre… rolezinhos (!) , decapitações de presos (!!),  sobre biografias, pela milésima vez (e pela milionésima vez ninguém entende qual é a opinião dele), sobre “a relação dele com Roberto Carlos” (?) e, sim, uma ou duas frases sobre Abraçaço, cuja versão ao vivo agora é lançada em CD e DVD no país.

Sobre o Primavera –se não me engano, o primeiro festival “jovem” no exterior e não organizado por brasileiros do qual Caetano participa–, nenhuma sílaba.

Em compensação, somos informados de que Caetano é da “classe média” (talvez o único membro desse extrato social que recebe R$ 600.000 por um trabalho), é “um homem livre, maluco e sozinho” e tem uma reação tão ótima em relação a alguns jornalistas que mereceu o título deste post.

Daí eu pergunto: Caetano tem opinião sobre tudo porque os jornalistas perguntam sobre tudo pra ele ou os jornalistas perguntam sobre tudo porque Caetano tem opinião sobre tudo?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: