I’m Gonna Make It All The Way

Em 16 de novembro de 2006, eu tive um sonho. Logo que acordei mandei o email abaixo para o meu pai, sobre uma música de um disco que não ouvia havia mais de dez anos.

oi, pai,
 
Vc tem um disco do Frank Sinatra de que eu gosto muito, mas só consigo achá-lo para comprar via importação, ou seja, não tem pra baixar também. Aqui eu já procurei em todos os lugares. Ele se chama “Some Nice Things I’ve Missed”, e eu o ouvia direto na última vez em que estive aí. Na verdade, eu acho que eu o ouvi bastante quando eu morava aí (provavelmente porque vc ouvia), porque todas as músicas me são muito familiares.
 
Acontece que hoje, bem agora, eu acabei de acordar de um sonho muito engraçado que me fez lembrar desse disco de novo. Nós (eu, vc, minha mãe e minhas irmãs) estávamos na Noruega. Havíamos alugado uma casa que parecia uma casa de veraneio, mas no lugar da areia havia neve, ainda que não fosse muito frio.
 
Muito bem.
 
Estávamos todos bem, a casa tinha um terreno grande e tal, mas no último dia da estadia, chegou uma família norueguesa, que também havia alugado a casa, pronta para ocupá-la com a gente ainda dentro dela. Eram três filhos, um rapaz e duas meninas, e os pais.
 
Primeiro apareceu o rapaz, com um aparelho de som portátil, dando indicações para as irmãs dele de onde ficava a casa e onde colocar as coisas lá dentro. Aí acho que Roberta me avisou de que havia gente chegando (só nós quatro, os seus filhos, estávamos do lado de fora). Silvana foi falar com uma das irmãs dele, e eu fui falar com o rapaz. Não foi das conversas mais amistosas, ainda que eu tivesse ficado surpreso com o português do cara.
 
Conversa vai, conversa vem, não houve brigas –ao contrário: lá pelas tantas, nós e eles estávamos cantando e dançando de mãos dadas a música “I’m  Gonna Make It All The Way” (que está nesse disco). E vcs, os pais das duas famílias, chegaram para ver o que estava acontecendo e também se juntam à cantoria (era mais ou menos como no musical “A Noviça Rebelde”, com as pessoas de mãos dadas dançando ao ar livre).
 
Ainda no sonho, eu vejo essa mesma cena sendo exibida na TV branca de 10 polegadas que eu tinha no meu quarto, a partir de um DVD. E essa cena do musical na Noruega era o fim do filme. Eu tentei acelerar o filme para ver nos créditos qual música estávamos cantando (no sonho, ela era só familiar, eu não sabia qual era até então), mas à medida que os créditos iam subindo, a tela ficava cada vez menor e eu não consegui ver o nome da música. Tentei voltar o DVD, mas, como o DVD player era muito antigo, ele só acelerava.
 
Aí eu acordei. E fiquei tentando me lembrar da música. Fiquei cantando a melodia pra ver se vinha alguma coisa, até que a memória ajudou, e eu me lembrei que era justamente essa “I’m  Gonna Make It All The Way”. O cuirioso é que a última vez que eu a ouvi fou justamente aí na sua casa.
 
Aí eu fiquei pensando que eu realmente preciso desse disco 😉
 
Então eu queria pedir pra vc gravá-lo para mim e me mandar o CD-R. Será que vc pode fazer isso, por favor? Não tem pressa nenhuma. Aí eu vou colocá-lo no ipod e ouvi-lo direto de novo 😉
 
Eu conhecia um dos meus discos preferidos de Frank Sinatra sem saber disso. 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: