Tenho uma idade curiosa. Posso ser “jovem” ou “aposentado” de acordo com o caderno do jornal. Em Esportes, sou velho, veterano, experiente e posso ter me aposentado e aberto uma empresa de palestras, uma escolinha qualquer ou simplesmente sumido.

Em Política (nacional e internacional), sou jovem se eu ocupar um cargo no executivo, legislativo ou judiciário. Também posso ser ousado ou fazer parte da “nova geração” de alguma coisa se estiver no caderno de Economia.

No caderno de Cultura é provável que não haja adjetivos relativos à minha idade, especialmente se eu for músico –posso fazer música “de velho” ou ser eu próprio tão jovem quanto meu suposto público de 20 e poucos anos. Se eu for escritor, chef ou artista plástico, posso ser tanto jovem como fazer parte de alguma “geração”, mesmo que não seja “nova”.

E é uma idade curiosa também para dados oficiais. Segundo o IBGE, estou incluído no grupo dos que possuem idade a partir dos 24 e no grupo que vai até os 49.

Na real, acho que nasci com a mesma idade de sempre.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: