Archive for agosto \23\UTC 2006

23/08/2006

MEU MUNDO CAIU

É amanhã o dia. Em Praga será decidido se Plutão continua no Grupo Especial ou cai para o Grupo de Acesso espacial e deixa de ser planeta e passa a ser um “planeta-anão”.

Tudo indica que Plutão deixe de ser planeta, e Xena passe a ser o planeta, ainda que igualmente anão, mais distante do Sol.

Fico preocupado com os astrólogos que agora vão ter de levar em consideração se Xena está retrógrado. Ou ainda se Xena entrou no meu signo.

Sem contar que o filme “Café da Manhã em Plutão” vai ficar datadíssimo!

Por Plutão não tenho nenhuma simpatia ou antipatia, quero mesmo que haja reformas profundas no sistema solar, como disse mais abaixo; não me importo em dizer daqui a 30 anos que era do tempo em que Plutão era um planeta e Xena era apenas uma rainha guerreira.

Mas existem defensores ferrenhos desse (ex)planeta que comemora o réveillon a cada 256 anos, o que de fato é algo muito triste. Os pró-Plutão já criaram um movimento: Meu Mundo Caiu. E planejam abraçar o planeta _manifestação bastante simples, já que se trata de um astro anão_ e permanecer assim até o próximo ano novo, caso não seja mantido o atual status planetário. Não parece que esse ato vá surtir qualquer efeito.

De qualquer modo, esse é o assunto mais importante do ano.

Anúncios

20/08/2006

BEEB

Meia hora de documentário sobre Kraftwerk, apresentado por Alex Kaparnos, do Franz Ferdinand.

Ouveaí.

17/08/2006

UNMASKED

Você conhece dois franceses mais preguiçosos do que Thomas Bangalter e Guy-Manuel de Homem-Christo? Eu não.

Como pode uma dupla como o Daft Punk lançar só três álbuns de inéditas e ter a cachorra de soltar mais duas coletâneas e um disco ao vivo em 10 anos? Vamo trabalhar, minha gente! Não faz a robótica! Move your ass!

Maaas, tudo isso para dizer que em 1996 eles eram mais fodas do que em 2006. Basta ver esse vídeo incrível com Bangalter num set de meia hora, sem máscara, dez anos atrás. It rockz.

16/08/2006

O Cirque du Soleil é o Orlando Orfei progressivo.

16/08/2006

destesto tucanos. são a escória mais nojenta que o brasil possui, excrementos do pior do que fora enviado pelos portugueses séculos atrás.

hoje, esses canalhas se vestem de calça bege e camisa azul, falam BANDSIDO (não bastasse usar esse termo _o que já denota um total despreparo, para dizer o mínimo, para lidar com a coisa pública_, ainda vem com um sotaque escroto) e constróem rampa antimendigo (porque a solução é tirar esses pobres de perto, não é verdade?).

essa gente que já governou o país, governa são paulo _que infelizmente tem um povo tão babaca quanto seus governantes e vai eleger um nazista que assinou um termo em que pedia para que não votassem nele caso ele não cumprisse o mandato de prefeito de sp até o fim; quão imbecis os paulistas podem ser?_ e vai continuar governando o Estado solta uma das frases mais asquerosas do ano.

Diz José Serra que o problema na educação em São Paulo se deve à migração. “Diferentemente dos Estados do Sul [que foram os primeiros colocados na avaliação], São Paulo tem muita migração. Muita gente que continua chegando… Este é um problema”.

Não fico espantado com que alguém com as características dele diz, mas com o fato de ele continuar solto. Vá pra puta que Le Pen!

16/08/2006

REFORMA JÁ

Duas notícias abalaram a semana. Primeiro é a reforma do sistema solar, uma reforma reinvidicada há anos-luz por todos os setores da Via Láctea.

É importante que astros sejam elevados à categoria de planeta, porque eles estão na batalha, girando em torno do Sol, esse astro-rei-e-capitão-do-mato, há bilhões de anos.

Fico feliz por Ceres, que volta à primeira divisão astral depois de ter sido considerado planeta no século 18 (ou 19, não me lembro), depois caiu para o grupo de acesso na categoria asteróide (humilhação!) e agora está prestes a voltar à primeira divisão estelar e ofuscar o gigante vizinho Júpiter com seu retorno triunfal!

Mas me causa estranheza que o planeta mais distante do Sol seja Xena, “a misteriosa Xena”, como observou um periódico. Acho que a Xena (e ela é feminina, minha gente) não deveria ficar nas franjas gélidas do sistema solar. Tudo bem que Xena seja “apenas um apelido provisório”, mas eu tenho certeza que já está na boca do povo de todos os planetas, novos e antigos. Mas, devido a essa marginalização, que podemos considerar machismo astral, Xena pode organizar protestos viris com faixas de “abaixo o sistema solar” e instalar a anarco-astralidade no espaço.

Caronte, atual satélite de Plutão, também vai brilhar na categoria dos planetas com essa reforma. Também desejo felicidades e uma longa vida de órbita perfeita a ele.

Assim estaremos cercados por mais 11 planetas (Xena inclusa), e não mais 8, como sempre fora. Fico precupado com os astrólogos que vão ter de considerar mais corpos astrais em suas previsões, mas eles sempre podem mandar tudo para o espaço se lhes convier. (nossa, isso foi péssimo, desculpe-me).

De qualquer maneira, acho que são fatos que moralizarão o sistema solar, especialmente em ano de eleições.

A outra notícia era irrelevante diante dessa revolução universal que está prestes a acontecer em Praga.