SEX BOMB

Terror existe há séculos no mundo. Geralmente estavam envolvidas política e religião nos atos de barbárie. Era um aviso, uma chantagem, uma ameaça ou uma resposta claros.

Hoje ficou mais sofisticado e mais brutal. E tornou-se prazeroso pra quem pratica. Caíram as prerrogativas religiosas e geopolíticas e o terror tornou-se diversão em poucos segundos, de proporções globais , principalmente depois do 11/9.

O terrorista hoje esporra nas imagens dos braços pendurados, vísceras nas ferragens e crânios estropiados exibidas na TV e internet e limpa esse gozo com o caderno especial “Terror” do jornal. Esteja o sujeito onde estiver, sempre haverá alguma imagem do que ele fez repetida muitas vezes ou ampliada o bastante para o orgasmo mais demente da história.

Terrorismo virou fetiche, algo sem propósito, como sado-masoquismo ou golden shower. Ninguém vai conseguir mudar, ganhar nem melhorar nada com tais atos; é o prazer pelo prazer. No terror, o tesão é ativado quando há corpos dilacerados de gente comum, quando o planejado dá certo, quando os aviões ou trens são destruídos como se uma orquestra estivesse sendo regida.

O tal cheiro de carne queimada provoca mais ereção que Viagra em terroristas, geralmente homens – isso é brincadeira masculina. Claro que ele não precisa sentir esse cheiro, mas ter certeza de que ele vai surgir segundos depois do que o que ele planejou tiver dado certo. Oh, yeah.

O preparo do ato terrorista é o galanteio da dama; as mochilas com explosivos, os planos mil vezes calculados e checados, tudo isso provoca a mesma expectativa de sucesso de uma trepada. E, bum!, lá se vai tudo pelos ares, exatamente como pensado, rápido e relativamente fácil, como se os mortos fossem putas para as quais não é necessário pagar nada.

Assim como acontece com sexo, é impossível proibir ou coibir terrorismo. Sempre há novos meios invisíveis de satisfação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: