MELÔ DO WALDOMIRO

Sei que você fez os seus castelos

E sonhou ser salvo do dragão

Desilusão, meu bem

Quando acordou, estava sem ninguém

Sozinho no silêncio do seu quarto

Procura a espada do seu salvador

E no sonho se desespera

Jamais vai poder livrar você da fera

Da solidão

Com a força do meu canto

Esquento o seu quarto pra secar

Seu pranto

Aumenta o radio

Me dê a mão.

Você precisa é de um homem

Pra chamar DIRCEU

Mesmo que esse homem seja eu

Um homem pra chamar DIRCEU

mesmo que seja eu

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: