DECEPÇÃO TOTAL

Matrix Reloaded é uma boshta:

– Tem cenas de amor, trepada inclusa. Neo beija Trinity várias vezes. E voa _igual ao Super-Homem (?)_ para salvá-la da morte. Eca. Estava esperando por coolness e o que encontro? Patacoada.

– A trilha é igualmente um lixo. Juno Reactor e Rob Zombie podiam fazer algum sentido em 1999. Em 2003 são apenas velhos e deslocados. Inadequadíssimo para um filme de ficção.

– Muita referência a Star Wars, com conselheiro, comandante, naves. Quem precisa disso?

– Morpheus está ridículo como profetinha.

– E haja portas. O filme deveria se chamar Matrix – The Doors.

– Quantas vezes o agente Smith diz Hello, Mr. Anderson? Puta saco.

– E haja escolhas e destinos. Dá vontade de gritar na poltrona: abre aquela porra agora e não enche o saco.

– O melhor: Monica Bellucci.

– O pior: os óculos são os mesmos!

– Foi-se o tempo em que Neo traduzia o zeitgeist.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: