REMIX

Isto a seguir é o que acontece quando pouca coisa está sob controle na sua mente. Estava um pouco assustado, sozinho em casa, depois de ler um trecho apavorante num livro, num momento em que toda a história ganha ligações estranhas e a cena é de horror. O computador estava ligado e clico para saber mais sobre um alemão que vai tocar numa tenda com outros companheiros do selo Kompakt. Ouço o single Heroin. Aquilo era I’m Not a Sound, do Sieg Über Die Sonne, tinha certeza. Era uma cara de pau imensa dessa dupla também alemã, como Superpitcher, que havia praticamente copiado a música e adicionado letra. Heroin, lançado em maio de 2001, era a versão instrumental e “original” de I’m Not a Sound, lançada em setembro de 2001. Em 11 de setembro! Gelei. Tinha alguma coisa muito estranha aí, as conexões da história do livro começavam a ganhar forma real. Esbocei escrever a um amigo, enviando o arquivo de Heroin para que ele comprovasse e me desse alguma luz para aquela história que surgiu sem nenhum motivo, mas que estava bem estranha.

Um pouco de lucidez e me lembrei, depois de ter ouvido a versão do álbum de I’m Not a Sound, que eu a tinha ouvido mais recentemente na coletânea Electric Stew. Olhei os créditos do disco, e o alívio veio em ondas. A faixa anterior era Heroin, de Superpitcher. Elas estavam mixadas. Tão mixadas quanto as minhas sinapses.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: